• Lucas DP Sartori

O que são preenchedores cutâneos?

Atualizado: Abr 14

A internet, com sua capacidade de resposta imediata e atualização instantânea, causou uma revolução em nossa vidas: Cada vez mais queremos resultados e soluções rápidos. A Cirurgia Plástica não ficou de fora desse fenômeno cultural e, juntamente com a Dermatologia, oferece hoje uma solução com resultados muito satisfatórios e que atende ao anseio desse público: Os Procedimentos Minimamente Invasivos. Dentro desse espectro, oferecemos diversos tipo de tratamento (Toxina Botulínica, Preenchimentos, Sculptra), mas hoje vamos focar nos Preenchedores Cutâneos.


Atualmente, dois tipos são permitidos para uso comercial. O primeiro é o Ácido Hialurônico, substância já presente no corpo humano e que é 100% reabsorvida, tendo a vantagem de evitar complicações como as embolias causadas pelo Polimetilmetacrilato (PMMA) e com durabilidade em torno de 1 a 3 anos. O segundo é a Gordura, que coletamos do próprio paciente em outro local do corpo, e que tem durabilidade permanente após aplicada no local receptor.


Os Preenchedores Cutâneos são indicados para diversos fins, e fica mais simples de entender se classificarmos pelo perfil dos pacientes. O primeiro é o paciente jovem, na faixa dos 20 até 40 anos, que deseja o que chamamos de Embelezamento, ou seja, a melhora de aspectos já presentes no seu rosto. Podemos realizar um aumento dos lábios, o “top model look” (aumento do arco zigomático e da mandíbula causando aquela sombra e curvatura para dentro da bochecha, como as modelos), aumento de queixo, deixar o queixo e mandíbula mais quadrado (homens), entre outros. (Foto 1)


Foto 1

Outro perfil é o paciente da mesma faixa etária que deseja a correção de pequenas imperfeições que começam a aparecer desde cedo, como as pequenas olheiras abaixo dos olhos, os sulcos ao lado da boca ou o ângulo da mandíbula que já não está tão marcado (Foto 2)


Foto 2

Por fim, os preenchedores podem ser usados para pacientes mais experientes, na faixa dos 50 até 60 anos, que já possuem características de envelhecimento bem definidas. Nesse perfil, a indicação ideal normalmente é cirúrgica, pois quando as alterações são muito avançadas necessitam correções da anatomia profunda, e isso se dá através dos procedimentos cirúrgicos (Blefaroplastia, Ritidoplastia, entre outros). Porém quando esses pacientes necessitam um retorno rápido seja devido ao trabalho que exige sua presença ou seja porque tem uma festa (casamento da filha, formatura do filho), essa é uma solução intermediária com um bom nível de satisfação. Normalmente necessitamos uma maior quantidade de produto do que no paciente mais jovem.

O mais importante, porém, é uma consulta detalhada para entender o desejo do paciente e explicar quais são os benefícios e as limitações dessa alternativa cada vez mais usada no consultório do Cirurgião Plástico.


Para mais informações, acesse o site www.lucasdpsartori.com.br, nossas redes sociais ou agende uma consulta.

72 visualizações

​© 2020 - Dr. Lucas Dal Pozzo Sartori